Sacrifício ( Heb: Korban ) “Aproximar-se” 02/010/2019

Sacrifício ( Heb: Korban ) “Aproximar-se”

Nm 29:12-40 ; Dt 05:27 ; Atos 08:29 ; Lv 23:33-43

Korban vem da palavra Karab e quer dizer “aproximar-se ou aproximam-se, significa Oferta de Acesso”.

Adam Clarck, Com. Biblico De Levíticos.

Korban vem da raiz KUF que significa “extrair honra”. Ap. Rene de Araújo Terra Nova, Livro Korban pg 22

Antes de mais nada gostaria de fazer uma breve reflexão sobre a pergunta: Os sacrifícios cessaram?

Eu creio que a resposta é não !

- Eles ficaram mais intensos

- Eles ficaram mais difíceis, mais caros

- Eles ficaram mais reais, mais verdadeiros

- Eles ficaram vivos

1.1) O argumento daqueles que defendem a idéia de que os sacrifícios cessaram não passa de uma visão rasa sobre o principio que motivava o sacrifício no VT, e que ainda está bem vivo, atuante e pujante em nossos dias, pelo menos na vida daqueles que entendem a linguagem do altar.

INTENSIDADE - Só quem foi oferta ( e ainda o é ) e foi visitado no altar sabe do que estou falando. Isto mostra a intensidade do sacrifício nos dias de hoje, uma prova de que o sacrifício está acontecendo e é mais intenso hoje do que nunca é o fato de que somos uma Igreja que tem em sua razão de existir o altar, ou seja, para nós o culto nunca acaba, a oração é sempre, ser Igreja é em todos os lugares, e por onde eu passo manifesto o Reino de Deus, um Reino que possuí o altar mais famoso e onipresente de todos os tempos e épocas, a Cruz. O Korban de hoje somos nós, é a entrega sacrificial e completa de nossas vidas no altar do Senhor que representa é Korban hoje, Jeus disse em “Tome a sua Cruz”,Mc 08:34 essa ordem tem passado desapercebido de muitos cristãos que em vez de viverem uma vida de oferta sacrificial ao Senhor, tem vivido para si mesmos. Aa Igreja está para o altar assim como o sacrifício está para o altar e por sua vez o altar está para Deus, logo enquanto houver altar haverá sacrifício, não é nada fácil entregar a sua vida ao Senhor e deixa-la lá sobre o altar ( digo isso porque muitos a entregam mas depois vão lá e tomam de volta, retornando a ser o velho homem, ou mesmo vivendo uma vida de mascaras, onde dizem que são mas não vivem os princípios do Reino) por isso só o que vencer guardando as Obras do Senhor receberá poder sobre as nações. "E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações," (Apocalipse 2 : 26)

MAIS DIFICEIS, MAIS CAROS – Antigamente no VT era possível comprar a oferta, que geralmente era um animal onde sobre este animal os pecados eram transferidos, hoje as coisas já não são mais tão fáceis, basta uma rápida olhada em Rm 12:01-02, para se perceber que os sacrifícios não cessaram, e além de mais difíceis e caros, tem muito mais a ver conosco do que antes ou seja ficaram intransferíveis agora um animal não pode morrer em seu lugar.

Sacrificar um animal em seu lugar é fácil, pois a morte é muito mais sentida e absorvida pelo animal do que por você, mas quando quem deita sobre o altar somos nós, a coisa muda de figura, somos expostos a todo o tipo de sensação do Céu, observe que os Hebreus acreditavam que Deus visitava o sacrifício e é exatamente o que Deus ainda faz nos dias de hoje ELE É O MESMO ( Heb 13:08), Ele desce sobre o altar de pedra da sua vida para visitar você, e a pergunta é : Você está lá? Talvez seja por isso que alguns dizem que os sacrifícios cessaram, para não precisarem estar no altar como sacrifício para Ele, na verdade alguns querem visitar o altar para se depararem com o Sacrifício de Cristo, pois é esse que os interessa afinal não lhes imputa nenhum tipo de dor ou responsabilidade, apenas “liberdade” para não ser nem fazer, nada. É óbvio que não nos sacrificamos a Deus para nos salvar, isso é sabido de todos afinal para isso Cristo se sacrificou, nos sacrificamos para O agradar e sermos visitados por Ele. O Senhor quer tabernacular conosco, esteja lá, no local do encontro com Ele procure esse lugar. Não há nada que você tenha mais caro que a sua própria vida, é na tomada de decisão em que você escolhe em fazer o que você quer, ser quem você quer ser, ou fazer a vontade do Senhor que definem se você é ou não um sacrifício a Deus. Percebe o nível de dificuldade? O Valor que isso representa? Por isso : "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." (Mateus 7 : 21)

MAIS REAIS E VERDADEIROS – No VT existiam aqueles que sacrificavam os animais porém não mudavam, nem paravam de fazer o que faziam de errado simplesmente transferiam a culpa conscientes de que no outro dia iriam retornar a velha vida, isso não é mais possível, Deus aceitava no VT o animal, mas hoje não aceitará se você fizer isso afinal para que você seja um sacrifício aceitável você precisa se aproximar de Deus e ninguém se aproxima sem antes ser purificado, aí entra o Sacrifício de Jesus em nossas vidas, é o contato com esse sacrifício ( Que é para perdão dos nossos pecados, purificação, e salvação ) que nos habilita para nos tornarmos o sacrifício vivo de louvor e adoração a Deus, ambos são sacrifícios um é por nós feito por Jesus e tem tudo a ver com Ele e nada a ver conosco, apenas fomos alvos do seu amor e sua graça, e outro é feito por nós a Deus onde oferecemos nossa vida no altar para agradar aquele que nos amou, sem esperar nada em troca além de ver Deus satisfeito, isso é o mais caro e valioso de todos os sacrifícios que poderíamos dar a Ele, é um sacrifício de amor e gratidão, tem tudo a ver conosco.

No Velho Testamento nosso irmãos sacrificavam no átrio exterior do tabernáculo em um altar de bronze chamado de altar do holocausto o Sacrificio de Cristo é representado nesse altar onde ali por causa Dele nossos pecados são perdoados, mas havia outro altar, ele ficava no interior do tabernáculo no lugar SANTO em frente o véu que separava o lugar Santo do Lugar Santíssimo, esse altar era chamado de altar de incenso, ele representa nossas orações louvor e adoração a Deus, é um altar para o relacionamento e intimidade, não somos salvos por causa do que acontece nele, mas mantemos o que recebemos do outro altar quando estamos sacrificados nele.

Altar de Bronze Altar de incenso

1.2) O que KORBAN nos fala:

Korban nos fala de um sacrifício que precisa ser feito de perto, não de longe.

De um sacrifício que aproxima o homem de Deus.

Esses dois ensinos podem parecer os mesmos mas não são, observe que o quão difícil é se aproximar de algo quente imagine a dificuldade que era para o sacerdote colocar a oferta sobre o altar de bronze, afinal o fogo já estava ardendo quando ele se aproximava com o animal morto, com isso vemos que esse é o sacrifício mais difícil e esse foi Jesus quem fez ! O altar de incenso era menor o fogo que o aquecia era em uma temperatura mais branda, ou seja a aproximação era mais fácil, Jesus tornou nossa aproximação possível e mais fácil mas não excluiu o fato de que para sacrificar ainda precisamos chegar perto.

Tenho observado muitas pessoas longe de Deus e de sua Igreja, longe do altar e mantém um discurso de que estão com Deus ou as vezes dizem que Deus está com eles, de fato Deus está em todos os lugares, ele esta perto até do Diabo e o Diabo aprendeu a conviver com isso, mas o fato de Deus estar perto de você não torna verdade a frase Deus está comigo, ou estou com Deus. Deus estar perto de você é diferente de Deus estar em você! Se fosse não se aproximar do altar você não passará de um sacrifício à você mesmo e não a Deus. Hoje Satanás tem conseguido dominar a mente de alguns fazendo com que eles pensem que é possível servir a Deus sem sacrificar, isso é uma mentira! Servir a Deus continua desafiador pois se fosse fácil, todos seriam salvos. Veja as palavras de Jesus, Pedro e Paulo, sobre o nível de dificuldade :

"Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;" (Mateus 16 : 24)

"Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente." (I Pedro 2 : 19)

"Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo." (II Timóteo 2 : 3)

Korban em Tabernáculos é um chamado a estarmos mais perto de Deus, a nos aproximarmos Dele. Ninguém que quer sua família em Cristo pode esperar sucesso sem se aproximar de Deus, para que você consiga tocar algo sem estar perto você precisa desafiar as leis naturais da existência das coisas, ou seja você precisa de um milagre, os milagres mais desafiadores são aqueles que transformam o homem fazendo-o nascer denovo, mudando seus pensamentos convicções arrancando o orgulho a soberba e todo o tipo de sentimentos que os aparelhos dos hospitais não conseguem detectar mas que condenam a alma. Quando não queremos o fogo do altar de Deus enquanto estamos vivos nesse mundo, somos obrigados a conviver com ele por toda a eternidade em dores, pense sobre isso.

1.3) Ezequiel 44:01-31 “A importância de nunca ficar longe”

“Mas os sacerdotes levíticos, os filhos de Zadoque, que guardaram a ordenança do meu santuário quando os filhos de Israel se extraviaram de mim, eles se chegarão a mim, para me servirem, e estarão diante de mim, para me oferecerem a gordura e o sangue, diz o Senhor DEUS.”

Para quem quer ser Korban vivo ao Senhor, ficar longe não é uma opção.

O Texto de Ezequiel é muito maravilhoso e profético, afinal não fala apenas para aqueles dias, mas estabelece o principio de estar e ficar perto de Deus assim como o de guardar seus estatutos como uma prioridade observada por Deus. A ponto de Deus punir a casa de Arão com a substituição pela casa de Zadoque por haver se afastado do altar.

Deve-se levar em conta que a interpretação de Ezequiel a respeito do Templo é profética sendo ela espiritual o que nos inclui nos princípios ali ensinados.

Algo que Champlim disse em seu comentário sobre o capitulo 44 deve ser apreciado com atenção :

“ Yaweh controla o acesso às realidades espirituais. No antigo testamento , o acesso era severamente restrito, mas no novo testamento, em cristo, é pleno e aberto para todos. O livro de Hebreus fornece detalhes do novo caminho.”

Pense em um Deus que controla os acessos e que mesmo assim deixa você entrar, você se aproximar Dele. Deus está interessado que você seja o Korban, é claro que o acesso não está limitado por Deus, mas ele está limitado por nós mesmos veja que a casa de Arão não pode mais entrar no santuário se limitando a trabalhar externamente e guardar as portas, foi determinação divina porém motivada pela atitude da casa de Arão em não guardar as ordenanças de Deus, logo entendemos que o acesso está aberto e Deus está pronto a nos receber desde que queiramos entrar, e quando o desobedecemos e não guardamos seus estatutos declaramos que não queremos entrar, então só resta ao Senhor nos deixar cuidando da porta. É justamente o entendimento de Korbã um sacrifício que nos leva a aproximação de Deus que nos ensina a estarmos em um relacionamento cada vez próximos de Deus e se você estiver perto Dele onde Ele entrar você entrará junto.

OBS: Os sacerdotes levitas eram da linhagem de Zadoque ( vers 15 ) , que foi feito sacerdote principal por Salomão, quando Abiatar e sua família foram excluídos do ofício sacerdotal ( 1Rs 02:26-27,35). Haviam continuado a ministrar no templo em Jerusalém daquele tempo em diante e, a despeito de suas aberrações ( Ez cap 08), eram reputados como os perpetuadores da verdadeira adoração a Jeová. Suas obrigações e deveres são esboçados nos vers.15-27, e seus direitos de sustento, nos vers 28-31. Com. Biblico F. Davidson

Quão sério é estar longe de Deus e querer forçar a entrada à sua presença, é uma espécie de contradição humana ou seja ao mesmo tempo que dizemos querer Deus também dizemos que não queremos os seus estatutos. Mas os estatutos de Deus são sua própria vontade expressa em suas leis ou seja, a lei de Deus é a vontade de Deus e a vontade de Deus é quem ele é, não há como querer Deus e não querer sua vontade. Isso apenas revela as verdadeiras intenções do coração humano, que é querer o que Deus pode oferecer sem precisar ter nenhum compromisso com Ele, as pessoas querem receber os benefícios de Deus estando longe Dele e de seu altar, elas não querem se sacrificar pela sua vontade, por isso precisamos entender o que é Korban, o que é sacrifício, pois essa foi a maneira encontrada por Deus para nos ensinar que precisamos estar perto, e Ele quer que estejamos.

1.4) Saber ser Korban:

a) O meu maior e melhor sacrifício sou eu.

b) Ser quem Deus quer que eu seja.

c) Fazer o que Deus quer que eu faça.

1.5) Jesus é o Caminho, mas não é só isso.

a) Entender o conceito de Cristo em nós, e não apenas nós em Cristo. (João 15:07)

( Não apenas usar Jesus mas ser usado por Ele, reciprocidade )

b) Lembrar que o todo o caminho leva a algum lugar, ou seja, depois que você chegar ao Céu a utilidade de Jesus para você desaparecerá? É claro que ninguém chegará ao céu assim, mas há muitos que estão sendo enganados por doutrinas de facilidades onde poderão descartar o Caminho depois de haver andado sobre Ele, mas eles estão errados pois se assim estão pensando é porque nunca andaram no Caminho, pois quem anda em Cristo sabe que :

1- O Caminho é estreito ( Mt 07:13)

2- É o único ( Jo 14:06 ) Ap. Emerson Casburgo

02/10/2019

Twitter