Nova Vida 04/09/2019

DIÁRIO DE JERUSALÉM

Jerusalém, 10 de março de 33( data fictícia).

 

EXTRA EXTRA EXTRA

Homem é ressuscitado por Jesus e da entrevista exclusiva!

 

Uma grande aglomeração de curiosos se formou hoje na residência de Lázaro, em Betânia. O motivo do ajuntamento foi à milagrosa ressurreição de Lázaro depois de quatro dias declarado morto. Os fariseus afirmam que tudo não passou de embuste, porém, os médicos que atenderam a Lázaro antes da sua morte, apresentaram como causa de óbito, uma forte gripe que tem vitimado ultimamente a população da grande Jerusalém.

Maria juntamente com Marta (irmãs de Lázaro), ao constatarem que os médicos nada poderiam fazer em prol do doente, solicitaram ao Rabi da Galiléia uma possível cura. No entanto, não fazendo caso dos insistentes apelos das desesperadas irmãs, ele esperou cerca de dois dias para dirigir-se a Betânia.

O correspondente do Diário de Jerusalém, enviado ao local, apurou que Jesus chegando à pequena comunidade foi recebido por Marta que o censurou severamente por sua ausência. Jesus, porém, para confortá-la afirmou que o morto haveria de ressuscitar.

Ante a esta resposta que lhe pareceu tão evasiva, Marta prorrompeu em lastimoso choro, provocando fortes reações na imensa população que a havia acompanhado ao encontro de Jesus, sendo o mesmo alvo de inúmeras criticas.

Jesus chorou por Lázaro

Consta-se segundo relato de testemunhas que o próprio Jesus chorou ao confirmar que Lázaro jazia em sua tumba morto há quatro dias. Afirma ainda as mesmas testemunhas que, após balbuciar umas poucas palavras que pareciam mais uma oração, Jesus deu um grande grito: “Lázaro, sai para fora”.

Neste momento o espanto se apoderou da multidão tendo causado um grande rebuliço, pois que da tumba onde jazia o corpo enfaixado e inerte de Lázaro, saiu um espectro que todos identificaram após tirar-lhes as ataduras, como sendo o próprio Lázaro, ainda que estivesse com uma aparência repugnante e a sua pele estivesse pálida.

Este fato causou extrema indignação entre os líderes de Jerusalém, levando-os a se reunirem em conselho para avaliar que medidas seriam tomadas contra o impostor chamado Jesus de Nazaré.

Uma força policial foi designada para prenderem a Jesus e publicado um edito intimando a população a denunciar o seu paradeiro. Para escapar da prisão, Jesus e os seus discípulos foram para a aprazível terra de Efraim.

Entrevista com Lázaro

Aos quarenta e quatro anos Lázaro está feliz da vida. Também pudera, além de nascer de novo, agora ele é o centro das atenções na pequena Betânia. Desde a sua ressurreição ele tem sido solicitado a dar inúmeras entrevistas e depoimentos contando a sua incrível experiência.

Devido a sua satisfação em fazer conhecido o milagre do qual foi alvo, Lázaro recebeu em seus modestos jardins o nosso repórter para uma entrevista.

Diário de Jerusalém. – Qual a sensação de tornar a viver?

Lázaro – É fantástico! Você passa a valorizar a vida, a dar atenção a pequeninos detalhes que antes passavam desapercebidos.

Diário de Jerusalém. – É verdade que ninguém queria se aproximar de você após a sua saída do túmulo?

Lázaro – Sim. Todos corriam. Ou por espanto ou pelo insuportável cheiro que exalava do meu corpo (risos).

Diário de Jerusalém. – Eu tenho uma dúvida. Se ninguém se aproximava de você, quem soltou as suas ataduras?

Lázaro – Ah! Foi o meu bom amigo Ananias. Ele é curtidor de couros, e sendo assim não se importa muito com cheiros, ou pelo menos os suporta melhor do que nós.

Diário de Jerusalém. – Como é ser amigo de Jesus?

Lázaro – Olha não há palavras para classificar a nossa amizade. Sinto-me extremamente beneficiado em ser alvo dessa amizade e ter fé; aliás, o próprio Jesus declarou momentos antes da minha ressurreição: “Quem crê em mim, ainda que esteja morto vivera”.

Diário de JerusalémVocê não se sente ameaçado, tendo os fariseus tomado deliberação para matá-lo?

Lázaro – De jeito nenhum. A minha vida está escondido com Cristo em Deus. No entanto, mudei radicalmente o meu propósito de vida

Diário de Jerusalém. – Que mudanças seriam estas?

Lázaro – Bem, sou mais consciente á respeito da minha religiosidade, entreguei a minha vida inteiramente nas mãos de Deus, fazendo a sua vontade. Hoje tanto eu, quanto Marta, reverenciamos a santidade e beleza da adoração. Aprendemos esta lição com Maria

Diário de Jerusalém – Afinal, tem visto a Jesus?

Lázaro – Não. Eu fui informado de que ele estava em Efraim, mas não creio que vá ficar lá por muito tempo. Ele sabe da obra que o aguarda em Jerusalém.

( Inspirado em artigo retirado do site www.filhosdeezequiel.com )

 

 

Introdução

João 11:1-45

Um dos maiores milagres já visto , com certeza é a ressurreição. Acredito que fica atrás apenas da Salvação.

Entendo que Deus não gasta um cartucho tão precioso como esta em vão, afinal não é sempre que vemos uma ressurreição genuína. Em toda a bíblia poderíamos listar os relatos de 10:

1 Rs 17:17-24 Elias e o menino da viúva de sarepta

2 Rs 4:32-37 Eliseu e o menino sunamita

2 Rs 13:20-21 ossos de eliseu

Lc 7:11-16 Filho da Viuva de Nain

Lc 8:41,42 e 49-55 filha de Jairo

Jo 11:1-45 Lázaro

Mt 27:52,53 Santos durante a morte de Jesus

Mt 28:1 Jesus Cristo

At 9:36-43 Dorcas

At 20:9-12 Eutico

O que podem nos contar aqueles que passaram por esta experiência?

Como foi a VIDA deles após ressuscitarem?

Como eles aproveitaram esta nova chance?

A bíblia não relata muitos detalhes sobre o pós ressurreição, quase nada, nem os teólogos e historiadores se expõe em relação a este assunto, mas podemos deduzir que vida deles nunca mais foi a mesma, bom pelo menos é o que deveria ter acontecido.

Iniciei o rhema com a ideia do jornal porque apesar dele ter um tom cômico , ele expressa exatamente o que eu gostaria de saber a respeito desses irmãos, e também Lazaro é o que mais tem informação sobre sua pós ressurreição, e também porque o todo o contexto desta narrativa tem muita a nos ensinar.

? Um amigo que Jesus amava

Jo 11:5 e 11

Em toda a historia da Ressurreição de Lázaro, esses dois versículos nos apontam a importância que ele tinha na vida de Jesus, ele era amigo e amado de Cristo. Poderíamos questionar :¨ Mas Cristo amou a todo o mundo¨, sim mas nem todo o mundo é amigo de Jesus.

Ser amigo nos proporciona muitos benefícios, em João 15:13-14, Jesus diz que pelos seus amigos Ele dá a sua vida, mas também diz que só é amigo aquele que faz o que Ele manda. O mal nas pessoas nos dias de hoje é que acham que ser amado por Cristo é o suficiente.

Outro beneficio, é que amigo frequenta a casa, tem intimidade, o mesmo João conta que Jesus frequentava a casa de Lázaro, se relacionava com a famíia. João 11 e 12

Quantos tem o privilégio de hospedar Jesus, as vezes ficamos tão honrados de hospedar homens e mulheres de Deus, imaginem o próprio Deus. Jesus já entrou na sua casa?

É interessante que só o Apostolo João relata esse relacionamento entre os amigos Jesus e Lázaro e também sua ressurreição, ele era o discípulo mais próximo do Mestre, sabia o que estava falando.

Quem é o seu amigo? Tiago 4:4-5

? Cura ou ressurreição ?

Jo 11: 1,3,4,6,37

Qual o milagre mais fácil e comum, uma cura ou uma ressurreição?

É claro que uma cura, mas Jesus deixou intencionalmente que chegasse a morte para Lazaro, pois ele queria ressuscitá-lo. Cristo tinha proposito com isso, e sem duvida receber Vida de Cristo é muito mais grandioso que receber cura. Ninguém entendia assim, nem as irmãs, nem o povo , todos questionavam por que Jesus não veio antes e curou seu amigo.

Jesus define no versículo 4 que a enfermidade era para a Glória de Deus, e para que o Filho fosse Glorificado.

Nos debatemos muito quanto temos uma enfermidade, ainda mais quando é uma doença grave, logo pensamos “ não quero morrer”. Oramos, pedimos oração , jejuamos e ungimos sempre na intenção de sermos curados, tudo isso para que haja um alivio para nossas dores. Vemos a morte de uma forma tão terrível que não conseguimos enxergar os propósitos de Deus . Acredito que a maioria aqui não quer morrer ainda, mas provavelmente morreremos se não alcançarmos o arrebatamento. Mas sinceramente, alguma vez já pensamos da seguinte forma:

“Que maravilha, estou terrivelmente doente, vou ser instrumento da Glória de Deus, e se eu morrer certamente viverei.”

Ou estamos apegado demais com a vida terrena, ou não cremos que Ele pode curar. Esses sentimentos não podem abalar o minha fé, e muito menos impedir que Deus cumpra o seu proposito. Uma nova vida vale muito mais que um momento de saúde.

Eu sou a ressurreição e a vida, aquele que crê e Mim, ainda que esteja morto viverá. 25

? Milagres atraem perseguição Jo 12:9-11

Por que queremos milagres? Para vivermos uma vida tranquila?

Se a intenção é essa, estamos equivocados, não foi isso que aconteceu com Lazaro.

Antes da ressurreição ele levava uma vida tranquila em sua aldeia o lado de suas irmãs, mas após começou a ser perseguido, e pasmem, a Igreja da época que o perseguiu.

Tem aquele que quando presenciam milagres passam a Crer em Jesus, isso gera ainda mais fé. Há outros que se sentem confrontados pelo milagre na vida de alguém, e passa a perseguir.

Tenho certeza que se hoje perguntarmos aqui, se todos ficaram feliz com sua salvação , muitos dirão que não.

Satanás não suporta a Vida, pois ele veio para matar, mas Cristo veio dar vida, sempre que ele vê fluir Vida de Cristo fica profundamente irritado, e de alguma fora quer impedir. Na cruz não foi diferente, achou que matando Jesus estava sendo beneficiado que ali seria um ciclo de morte, mas na realidade o momento da cruz foi o momento onde mais foi gerado Vida.

Cristo é fonte de Vida, vida em abundancia, vida sobre a morte, nova vida, vida Eterna. “ Eu sou o Caminho a verdade e a Vida”.

Quando nos tornamos o alvo dessa vida , atraímos pra nos o olhar de fúria de satanás, isso e inevitável, mas não podemos baixar a guarda, devemos resistir, pois outros olhares também voltam em nossa direção, e podemos nos tornar geradores de Vida nessas pessoas.

Conclusão

Embora acredite que a grande maioria aqui, ainda não morreu fisicamente e portanto não ressuscitou, mas tenho certeza que já morreu no velho homem, na velha vida e ressuscitou na vida com o Senhor. Vamos então refletir em todo o rhema agora e perguntar a nós mesmos se estamos aproveitado esta Nova Vida que Ele nos deu?

Temos gerado vida ou morte em outras pessoas?

Como posso fazer para desfrutar ainda mais desta Nova Vida?

Essas devem ser nossas preocupações, para que a Vida que foi liberada de Jesus para nós não passe despercebida por aqueles que estão mortos e precisam ressuscitar. Rm 6:1-11

Apa Marcilene de Oliveira Casburgo

Twitter